National Geographic Series – Grupinho dos Tarados

O Grupinho dos Tarados.  

Os indivíduos deste grupo são na sua maioria do sexo masculino, havendo no entanto muitos espécimes do sexo feminino. São pessoas que têm uma enorme tendência para banalizar ou degradar o sexo. Não me refiro aqui a coisas “amorais” ou “imorais”, cada um tem as suas tendências e as suas maneiras de encarar o sexo. No entanto os indivíduos deste grupo, levam as coisas a extremos. Criam blogs cujo conteúdo é fotografias de “gajas nuas”, ou então falam de experiências ou fantasias sexuais, em que o autor “faz e acontece” com esta ou com aquela mas quando chega á hora da verdade, afinal era só garganta. Talvez a melhor maneira de descrever será, haver conversas de sexo, posts de sexo, até mesmo sexo virtual, tudo na falsa segurança que há por trás de um monitor.

Estes indivíduos são completamente desprovidos de realidade, tendem a viver a vida num mundo virtual. Ou então levam vidas duplas: uma, no mundo real em que não fazem, não acontecem, porque são tímidos ou porque simplesmente não são capazes. E uma segunda vida, no mundo virtual, onde fazem e acontecem, “se te apanhassem a jeito, blá, blá”, dizem-se a coisa mais “fodilhona” à face da terra e, citando os Ena Pá 2000, “Têm um bacamarte que vai da terra até marte” no entanto a “Masturbação é a lei da nação” (atrás de um monitor, claro).

Estes são, tal como os desgraçadinhos, seres completamente inseguros e só conseguem encontrar segurança atrás de um monitor; entenda-se – falsa segurança.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *