1… 2… 3…

Vou tentar cronometrar o tempo que demoro a escrever este texto. Estava lá fora a fumar um cigarro quando me surgiu esta ideia, escrever o mais rápido possível. Agora estou aqui sem saber bem o que escrever, mas acho que já levo um bom começo. Claro que para já estou só a escrever o propósito das minhas ideias, o que poderá tornar o texto um pouco fútil … ou não…

Estou com uma preguiça monstruosa, cansado e só me apetece enfiar-me no sofá a dormir uma sexta contigo, mas como não posso, limito-me a sonhar acordado com isso e escrever este texto. Curiosamente é apenas cansaço físico, se houvesse um interface neurológico entre a minha mente e o meu computador, o meu trabalho seria feito com uma rapidez incrivel. Bem vistas as coisas acho que o computador pifava, ele assim como está já é lentinho a funcionar, imagino o que seria se eu lhe ligasse o meu cérebro… hi hi hi… desgraçado.

Não estou com um dos meus brainstorms habituais, mas estou com a mente ligeiramente acelarada (acho que é assim que escreve). Agora deu-me uma branca… escreve-se: “acelarada” ou “acelerada”?! Credo, isto está mesmo mau… Afinal estou a sofrer de alguma dislexia; provavelmente é derivada da preguiça física. Pois, talvez, quem sabe.

E assim como começou esta vontade de escrever, terminou, foi-se, kaput. Pode ser que haja vontade, mais logo.

Início do texto: 16:15
Términus do texto: 16:18

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *