Expectativas.

Não crio expectativas, não gosto de o fazer. Cada vez que se prevê que algo pode vir a acontecer é perfeitamente normal criarmos expectativas em relação a esse acontecimento futuro. Em algumas ocasiões, essas expectativas podem ser quebradas, transformam-se em desilusões. É claro que inevitavelmente as expectativas são criadas num determinado momento; faz parte da nossa natureza criarmos expectativas.

Estava com algumas expectativas criadas em relação a algo que vai acontecer, mas já estou a sofrer a desilusão por antecipação. Por comparação a uma situação semelhante que ocorreu com outra pessoa, sei que também me vai acontecer o mesmo. Sei que as minhas expectativas em relação ao que está para acontecer já não vão ser correspondidas; pronto, lá vou ter que me chatear com meia-dúzia de pessoas.

Neste caso, o que acontece é muito simples. Resume-se a umas coisitas muito simples, como “sub-aproveitamento”, “péssima recompensa” e a principal delas todas: “falta de respeito”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *