Já está

Sinto-me calmo, tranquilo e bastante divertido. Digamos que o ambiente onde me encontro contribui bastante para o meu divertimento, já soltei aqui gargalhadas “à grande”… Estou também cansado, foi um dia trabalhoso, aliás tem sido uma semana trabalhosa.

Angústias, intrusões e afins, ficou tudo lá para trás. É um poder que eu tenho de conseguir deixar essas coisas para trás. Só preciso de arrefecer, pensar racionalmente e já está.

Estou agora um pouco ansioso, com vontade de sair daqui, ir ter contigo. Apetece-me ir jantar fora contigo, talvez ir a um cinema. Mais tarde, quando chegarmos a casa, logo se vê, estou aqui a acumular energia. às sextas-feiras fico sempre assim, com esta pica descomunal.

Agora estava a lembrar-me da lua que vi ontem, fiquei de escrever sobre ela e acabei por não o fazer. Pronto, é isso mesmo, vou escrever sobre ela agora.

Conduzo calmamente o meu carro a caminho de casa. Ao olhar pelo vidro vislumbro um circulo de luz branca, enorme. Está uma lua quase cheia, nota-se apenas uma pequena sombra do lado esquerdo o que indica que a lua não está totalmente cheia. Consigo reparar nas manchas cinzentas, uma delas chamada “Mar da tranquilidade”. Adoro a Lua, adoro admirá-la.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *