Quantidade ou qualidade!

Existe uma expressão que diz que “Quantidade não é qualidade”. Se eu interpretasse esta expressão à letra e a levasse à risca, poderia facilmente deduzir que o meu blog não tem qualidade, uma vez que está escrito em quantidade. [Desde o dia dezassete de abril deste ano já escrevi duzentos e cinco posts.]

Pois é, não penso assim. Chamem-me cagão, gabarolas, convencido ou whatever, mas eu acho que escrevo em quantidade com muita qualidade. Eu gosto, há muitas mais pessoas que também gostam. Quem achar que o meu blog não tem qualidade, está no seu pleno direito de o pensar, afinal de contas todos nós temos direito às nossas próprias opiniões. Existe, no entanto, um pequeno senão; há muita gente que confunde o seu gosto pessoal com o valor de algo, como uma obra de arte. É terminantemente impossível alguém dizer se a obra de arte x ou y é boa ou má, o máximo que alguém poderá fazer é dizer se gosta ou não. A qualidade de uma obra de arte diz respeito única exclusivamente ao autor da mesma; quanto aos restantes, apenas poderão ser apreciadores e gostar ou não gostar, nunca poderão julgar a sua qualidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *