Clãs

Estava aqui a imagina o que é que seria deste planeta se saíssemos da idade dos clãs tribais!
Sim, é verdade, com toda a tecnologia, educação, leis e cultura que temos ainda vivemos como clãs tribais. Acham que estou a dizer baboseiras?! Então vejam os exemplos:

Clã do futebol: Composto por adeptos dos vários clubes de futebol. Juntam em cavernas onde se vende cer veja a pote, urram em coro no estádio e fora dele. Quem está com eles é “cá da malta” quem não está é gay.

Clãs religiosos: Existem imensos destes clãs, unem-se em grupos para seguir um pastor sem qualquer tipo de pergunta ou questão. Acreditam cegamente na fé que o pastor lhes impõe. Quem não está com eles será considerado herege e arderá nas chamas do inferno.

Estes são apenas dois exemplos de clãs dos dias de hoje, mas ainda há muitos mais, como o clã dos betinhos, o dos metaleiros, o dos góticos, o dos radicais, o dos alternativos, o dos “junkies”, o dos “geeks”, etc. etc. etc.

Apresentados estes exemplos, e comparando com os clãs que existiam na pré-história, ainda acham que não vivemos uma época de clãs?!
Durante toda a história da espécie humana, temos vivido em clãs, fazendo com que as diferenças entre cada um deles se evidenciassem ao máximo. Acho sinceramente que só deixaremos de viver em tribos ou clãs ou grupos quando aceitarmos plenamente as diferenças que temos e nos juntarmos todos, universalmente, num só clã em que todos são iguais e ao mesmo tempo únicos e individuais.

2 thoughts on “Clãs”

  1. Eu sempre achei que a melhor forma de aprender é através de um modelo (ou exemplo) e a melhor maneira de ensinar é também da mesma forma.
    Sendo exemplo.
    Esta frase que vou escrever a seguir, leva-nos muito longe, não leva?
    “Queremos ser exemplo ou servir de exemplo?”

    A partir daqui, gerimos as nossas actividades, as nossas vidas, as nossas opções.
    O que os outros pensam a respeito das nossas opções é uma opinião só deles e não vale mais do que isso.

  2. E na blogosfera também já há sinais de clãs… até vi, este fim de semana, a proposta de formação de uma associação …
    confesso, que ainda não tenho opinião formada! no entanto, como primeiro impulso penso que a salvaguarda e repeito da individualidade de quem connosco dialoga deve ser um artigo, se vierem a ter estatutos ??!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *