Que tal vos parece uma dissertação?

A mim parece-me muito bem. Se por acaso não gostarem, podem sempre parar de ler a meio e sair do blog.
Isto pode parecer muita prepotência da minha parte, muito egocentrismo, e na verdade até é. Eu sou uma pessoa egocentrica, principalmente quando me encontro em minha casa, no meu território, o que é o caso. Este é o MEU blog, esta é a MINHA casa, aqui mando EU, sou rei e senhor deste pedaço de internet.
Porque razão escrevo isto?! É simples: escrevo isto porque me apetece. Não estou chateado com ninguém, não estou a sentir-me agressivo, nada que se pareça. Estou apenas com vontade de ser um Déspota no meu próprio blog. [Gargalhada maléfica] hi hi, nice touch.

Sim, estão a ver bem, eu falo comigo próprio, inclusivé escrevo com várias personagens minhas ao mesmo tempo. Como no parágrafo anterior, escrevo qualquer coisa, acrescento um parêntisis do autor e ainda um comentário de um outro eu. É uma coisa que me dá gozo, é o meu tipo de humor.
Como já tenho dito algumas vezes, era uma vez numa terra longínqua… Ok, agora a sério. Como já tenho dito algumas vezes, ando a experimentar novas formas de escrita e novos conteúdos de escrita. Têm saído umas coisas giras, agradáveis de ler; algumas delas até bastante cómicas.
Curioso! Estava agora a pensar na minha relação com a escrita. Eu sempre gostei de escrever, desde pequeno, no entanto nunca foi uma característica que eu tivesse desenvolvido. Só há coisa de dois anos é que comecei a escrever a sério, regularmente. Desde essa altura até hoje tenho evoluído imenso, tanto em técnica como em estilo de escrita. O meu gosto pela escrita tem aumentado exponencialmente, e continua a crescer. A escrita para mim é uma terapia, é um deitar coisas cá para fora e escrever tem-me ajudado imenso na minha vida. Pode-se considerar que escrever é exorcizar os meus demónios [não que eu acredite neles. Pelo menos no sentido religioso do termo].

Ok, vou parar de escrever, o ambiente aqui está a ficar demasiado confuso. Estou a começar a perder a concentração. Há muito barulho à minha volta.

4 thoughts on “Que tal vos parece uma dissertação?”

  1. Ó homem!!! Tu escreve!!! E tudo e tudo e tudo. Olha um exercício giro é tentares escrever, ou colocar em grafismo, esses momentos de barulho à tua volta. E que tal? :o))

  2. Escreve sempre, deita tudo cá para fora ;);)
    Achei mt giro este post, fez-me lembrar um dos meus primeiros posts, qd dizes que escreves o que te apetece, és dono de um padaço de internet, eu escrevi, que escrevia o que me desse na real gana e pouco me importa que gostem ou não, desde que a mim me dê prazer!
    Bjinhs

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *