Como é que eu me lembro destas coisas?

– Olá, o que fazes por aqui?
– O mesmo que tu! E o que é que tu fazes por aqui?
– O mesmo que tu! Mas estamos ambos sem saber o que o outro faz por aqui.
– No entanto sabemos que ambos fazemos por aqui o mesmo que o outro.
– Curioso isto. Eu sei exactamente o que é que faço por aqui.
– Pois, eu também sei exactamente o que é que faço por aqui.
– E também sabemos o que é que o outro faz por aqui.
– Sim, eu sei que faço o mesmo que tu e sei que tu fazes o mesmo que eu.
– E eu sei que faço o mesmo que tu e sei que tu fazes o mesmo que eu.
– Seja como for, não sei o que é tu fazemos por aqui.
– Ah, mas isso eu sei!
– Então conta. Diz-me o que é que fazemos por aqui!
– Fazemos o mesmo que o resto das pessoas que aqui estão!
– Então e elas, o que é que elas fazem por aqui?
– Fazem o mesmo que nós.
– Mas será que isto é possível, todos fazem o mesmo e ninguém sabe o que é que faz?
– Eu sei o que é que faço, tu sabes o que é que fazes, portanto há alguém que sabe o que faz.
– Sim tens razão, mas mesmo assim continuo sem saber o que é que se faz por aqui.
– Já te disse, faz-se o mesmo que toda a gente por aqui.
– E o que é que é o mesmo que toda a gente faz por aqui.
– Nada. Pura e simplesmente nada.

2 thoughts on “Como é que eu me lembro destas coisas?”

  1. Não fazer nada já é fazer qualquer coisa. Por exemplo, observe-se o seguinte diálogo:

    – O que estás a fazer?
    – Nada!
    – Então posso ajudar-te?

    Tem um bom fim de semana!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *