Passaradas

  • by

– Olha, é um pássaro!
– Não é nada, é um avião.
– Nope, eu estou a ver um pássaro!
– Não é nada, é um avião e é de alumínio.
– Continuo a insistir que estou a ver um pássaro!
– Já te disse que é um avião e não um pássaro.
– Porque é que dizes isso?
– Um pássaro tem penas, certo?
– Certo!
– Estás a ver algumas penas naquele avião?
– Estou!
– Onde?!?!?!
– Não interessa, só sei que estou a ver penas naquele pássaro!
– Já agora diz-me, estou curioso!
– Só quando admitires que está ali um pássaro!
– Não! Isso não. Aquilo é um avião, não é nenhum pássaro.
– Então não te digo onde é que estou a ver penas no pássaro!
– Mas quais penas?!?! Qual pássaro!?! Eu só vejo um avião feito de alumínio, e possivelmente outras ligas metálicas e plásticas.
– Se é assim então fico calado!
– Pronto, pronto, eu admito, está ali um pássaro! Agora, podes-me dizer onde é que estão as penas?
– Admites?! De certeza absoluta?!
– Sim, sim, admito. Diz-me lá onde é que estás a ver as penas!!
– Ok, as penas estão dentro do avião!
– Dentro do avião?! Mas tu ainda agora estavas a dizer que aquilo era um pássaro!
– Nope, eu apenas disse que estava a ver um pássaro! Nunca falei do avião.
– Então e onde é que está o pássaro?!
– Na verdade até são vários. É que aquilo é um avião de carga, cheio de galinhas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *