Felicidade

A felicidade não depende de circunstâncias externas mas sim de atitudes internas.

É uma frase que me faz todo o sentido. Uma pessoa pode sentir-se triste ou alegre, zangada ou tranquila, mas isto são tudo estados de espírito, momentâneos; são formas de sentir. Sendo assim, qualquer pessoa pode estar com um destes estados de espírito (entre outros) e ser feliz.
Reparem como eu dei o devidi ênfase às palavras “estar” e “ser”. Fi-lo porque considero que é importante realçar a diferença entre “estar algo” e “ser algo”. Voltando a ir de encontro ao parágrafo anterior, estar algo corresponde apenas a momentos da nossa vida; um momento não é necessariamente uma coisa breve, um momento pode durar cinco minutos, tal como pode durar cinco meses. Ser algo já considero que seja uma coisa permanente, é virtualmente imutável.
A partir do momento em que uma pessoa ganha consciência desta diferença, já deu o primeiro passo para se aperceber que é de facto feliz, apesar de estar triste, deprimida, zangada, alegre, eufórica, etc. etc.
Ser feliz é uma coisa interior, nada tem a ver com o que se passa à nossa volta, no nosso exterior.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *