Desleixo teatral

[Entra em cena, caminha certeiramente e disserta]
Pois, ando desleixado com esta casa. Não tenho tido grande vontade de aqui vir, no entanto cá estou eu.
Podia apagar isto tudo, mas depois, mais tarde, sei bem que me ia arrepender. Já o fiz uma vez, não volto a fazê-lo.
Desabafo, desabafo, desabafo [Sai de cena muito rapidamente]
[volta a entrar em cena]
Esqueci-me de dizer que apesar de não escrever, continuo a ler e a fazer muitas outras coisas.
[sai de cena a correr]

4 thoughts on “Desleixo teatral”

  1. Obrigado pelo elogio, mas creio que o público é mais propenso a encontrar coisas para criticar do que elogios para dar. Aplaudem sempre no fim, mas quando saiem do teatro vão sempre a comentar aquilo que acharam que estava errado.
    Se calhar estou com uma visão muito negra da coisa… até posso estar enganado..
    Abraço

  2. Na minha opinião, estás enganado numa coisa. O público não engana nunca.
    Em cima do palco, sentes de imediato como as coisas se sentem do outro lado.
    Podem bater-te palmas, mas a intensidade das batidas diz-te tudo.
    Acho que o público não mente nunca, no momento em que o espectáculo está em cena. E quem está em cena sente tudo o que vem do outro lado.
    Cá fora, individualmente, as pessoas comentam o que lhes apetecer.
    Mas em palco, ficas tão exposto, que o que vem do lado do público é sempre a verdade daquele dia.
    No dia seguinte, é outro público, é outra verdade.

    [manda-me calar, ok?]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *