DST – Daylight Saving Time

… mais conhecido por nós como mudança da hora.
Aparentemente, há alguns estudos que dizem que a mudança de hora faz mal à nossa saúde. (qualquer dia inventam comprimidos para acabar com os malefícios da mudança da hora).

Estive a ler uma notícia no New York Times onde é descrito que a mudança de hora pode provocar ansiedade, perturbações de sono e duração menor dos periodos de sono. Há ainda estudos que vão um pouco mais à frente e dizem que aumenta o risco de ataques cardíacos, suicídios e acidentes. (Mas mesmo assim os cientistas dizem que é necessário aprofundar mais os estudos nesta área)

De acordo com este artigo, a mudança de hora foi criada para se poupar energia; se nos deitarmos quando anoitece e nos levantarmos quando amanhece, mantendo o mesmo horário durante todo o ano, gastamos menos energia para iluminação à noite. É claro que isto até funcionava em 1907, no entanto nos dias de hoje com as televisões, consolas, computadores, etc. já não serve de muito. É claro que há outras “aplicações práticas” para a mudança da hora, mas isso é outra história.

Voltando ao assunto do artigo;

De acordo com os estudos efectuados, o relógio cronológico não anda ao mesmo tempo que o nosso relógio biológico; parece que o governo muda a hora, mas o nosso corpo decide não mudar, mantendo a mesma hora que havia antes. É claro que isso afecta os nossos ciclos circadianos, o nosso repouso, o tempo que dormimos, etc.

E o mais engraçado disto tudo é que, a ser verdade, foi preciso um século para se descobrir isto.

Resumindo e baralhando: bem podemos mudar as horas em todos os relógios à nossa volta, mas no fundo o nosso corpo é que manda…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *