A fera


É capaz dos maiores actos de ternura, pede colo, faz festas, dá turras, encosta-se, fala connosco, arranha e morde quando nos metemos com ele. Tem uma personalidade bem definida, senhor do seu nariz, fica de mono quando fazemos algo que ele não gosta e é o primeiro a receber-nos quando chegamos a casa, nem que seja com um simples olá vindo lá do seu canto, em cima do pufo ou debaixo do saco-cama.
É mesmo lindo o filho da mãe…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *