Espionagem à boa moda Portugeza

Na noite de… ás… horas, vi entrar na casa n.º… da rua de… um individuo magro, trigueiro, nariz comprido e de oculos, que se me constou ser empregado d’um judeu lá para os lados de… Sahiu da mesma casa ás… horas e tambem se me constou que assistiu com mais vinte e tantos individuos a uma reunião secreta.”

in: A Revolução Portugeza: O 5 de Outubro  por João D’Abreu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *