This is just amazing.

Há muito que mantenho uma noção muito clara sobre o que são “reclamações”, serviços de apoio a cliente, etc. E sempre mantive a opinião que o cidadão Português não sabe reclamar (isto, de uma forma muito geral claro, há sempre excepções).
Normalmente o cidadão ordinário não tem consciência dos seus direitos nem dos seus deveres enquanto cliente; sim, porque isto de ser cliente e do cliente ter sempre razão é muito subjectivo. Um cliente tem direitos e sim, tem deveres; tem, por exemplo, o dever de ler o contrato todo antes de o assinar. Não faz sentido nenhum que uma pessoa assine um contrato sem o ler e depois reclamar por causa de algo que não concorda, mas que está explicado no contrato.
Mas é óbvio também que a maior parte das empresas faz os seus contratos de uma forma quase ilegível, ou pelo menos, extremamente díficil de entender.
Quando o cliente habitual é conforntado com uma situação “anormal” ou mesmo de quebra de contrato por parte da empresa com quem celebrou esse contrato, invariavelmente, a primeira reacção dele é ligar para o “call-center” dessa empresa a reclamar para a tentar resolver.
Até aqui, tudo me parece bem. Mas é a partir deste ponto que a “porca torce o rabo”.

Vamos imaginar uma situação hipotética (mas que acontece a muito boa gente).
Um cliente tem um serviço de televisão, internet e telefone com uma empresa qualquer (seja ela qual for, são todas muito semelhantes, só muda o nome). Imaginemos agora que um ou todos os serviços em causa falham, não interessa qual é o motivo, trata-se simplesmente de uma avaria.
O cliente pega no telemóvel e liga para a linha de atendimento a clientes. É atendido por um “robot”, que é obrigado pelos seus patrões a fornecer frazes pré-feitas e outras coisas que tal. (menos um ponto para as empresas). Entretanto quando o cliente começa a sua reclamação (após as intros habituais), muitas vezes fá-lo com uma coisa deste género:
– “Bom dia, gostaria de saber porque é que estou sem internet?” (pergunta o cliente com um tom de voz irritado)(Com razão para estar chateado, no entanto o assistente não tem culpa que o cliente tenha acordado com os pés de fora. Além disso a vontade de ajudar o cliente aqui diminui logo)
– “Bom, diga-me como é que estão as luzes do modem/router”
-“Estão a piscar”
– “E dá algum erro quando tenta abrir alguma página?”
– “Não sei qual é o erro, a internet é que está avariada” (Cliente fica ainda mais irritado)
– “Podemos então fazer alguns testes para despistar a situação?”
– “Eu não quero fazer testes nenhuns, quero é que vocês me ponham a internet a funcionar! Seus incompetentes, é sempre a mesma coisa, blá, blá, etc. etc.”.

É claro que exagerei a dose nesta situação. Embora haja pessoas assim, felizmente são menos do que parece.
Com isto, mostro a perspectiva dos assistentes de call center.
Há também os ditos assistentes que são mesmo incompetentes, e não são tão poucos assim. Normalmente usam as desculpas de “Há e tal, é temporário” ou “pagam-me mal”, entre muitas outras. Se não gostam do trabalho que fazem, mudem de trabalho.

Bem, não me quero alongar muito.

O assunto sobre o qual eu queria escrever é outro (mente divagatória); Recentemente surgiu uma situação numa conta que tenho online num serviço norte-americano. É uma conta paga e como tal tenho direito a suporte 24h/7. Basicamente o que aconteceu foi: Vindo do nada, sem qualquer motivo ou justificação por parte da empresa, a minha conta foi bloqueada. Imediatamente verifiquei se haveria algum problema da minha parte. Os pagamentos estão em dia, não houve qualquer “ilegalidade” da minha parte.
Como qualquer pessoa razoável, abri um ticket no help desk dessa empresa. Até aqui, estava chateado porque tinha a conta bloqueada sem qualquer justificação para tal, mas enfim, erros acontecem.
Entretanto já lá vão oito dias e nada. Nem sequer uma resposta. A minha conta continua bloqueada, não tenho qualquer indicação de que aquela malta está viva. Claro, os pagamentos estão neste momento cancelados por mim.
Portanto, neste momento qualquer razão que eles pudessem ter, já a perderam; e eu estou pior que estragado.

Portanto aqui vai disto.

North Americans, those from the Unites States of America, are a stupid people. Sometimes i wonder why the entire world puts up with those brats.Yes, as a country they are children, pure brats. Stupid, idiotic, dumb,

1 thought on “This is just amazing.”

  1. hhahahahahahah
    É chato, mas pronto. Já dei umas boas gargalhadas à pala do teu texto.

    Esqueceste-te de os chamar dumbasses hahahaha
    Tás mesmo zangado com os senhores, coitados!! loli loli

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *