A estória da formiguinha e da abelhinha

  • by

Numa bela tarde ensolarada estava uma formiguinha a passear pelo jardim quando de repente tropeça numa pedra e cai. A formiguinha tenta levantar-se, mas não consegue pois ficou com a patita aleijada. Durante um bocado fica ali deitada com dores, até que chega uma abelha que pousa numa flôr mesmo ao lado.
– Olá formiguinha, o que aconteceu?
– Olá abelhinha. Vê lá tu o que tinha de me acontecer. Estava eu tão apressadinha à procura de comida para levar para o formigueiro quando de repente tropeço nesta pedrinha e pimba; estatelei-me ao comprido e aleijei-me na pata.
– Epá, isso é mau.
– Podes crer. Agora como é que eu procuro comida?
– Hummm.. e que tal se eu te ajudasse a procurar comida? – disse a abelhina pensativa.
– Mas como é que tu me podes ajudar? Vocês abelhas só gostam de pólen, enquanto que nós formigas gostamos de folhas verdes.
– Eu posso pegar em ti e levar-te às costas enquanto tu olhas à volta para ver se encontras a tua comida.
– Está bem..  e então como é que eu subo para as tuas costas?
– É simples, eu vou até aí, abaixo-me e tu sobes.
– Então vá… vamos embora.

E assim de repente apareceu um sapo que comeu a formiguinha. A abelhinha num acto de vingança tentou ferrar o sapo, mas acabou por ser comida também. E depois o sapo ficou com uma intoxicação alimentar porque a formiga já estava doente porque se não estivesse doente não tinha tropeçado na pedra porque as formigas são muito trabalhadoras e muito responsáveis e não tropeçam nas pedras porque estão sempre muito ocupadas à procura de comida. E depois também há formigas que não procuram comida. São as formigas guerreiras que ajudam a defender o formigueiro dos outros animais pequeninos e quando não há outros animais pequeninos as formigas guerreiras andam à bulha umas com as outras porque assim estão sempre em bom estado e depois já não se cansam quando tiverem que defender o formigueiro de outros animais pequeninos. Mas esta formiga só procurava comida.
A abelhinha ainda conseguiu gritar por ajuda e vieram logo as outras abelhas todas atrás do sapo que bem tentou fugir mas não conseguiu por causa da intoxicação alimentar e então o sapo ficou todo picado pelas outras abelhas. Depois apareceram as formigas guerreiras que queriam bater no sapo porque ele comeu a formiguinha e agora a formiguinha já não podia ir buscar comida para as outras formigas, mas quando lá chegaram já não conseguiram bater no sapo porque ele já estava muito fraco por causa da intoxicação e das picadelas de abelha e então começaram à bulha umas com as outras para continuarem a treinar e as abelhas sentaram-se nas flores a ver as formiguinhas guerreiras à bulha umas com as outras porque aquilo mais parecia os senhores que andam à bulha na televisão, aqueles senhores que são muito grandes e se vestem com roupas justinhas e batem uns nos outros e saltam das cordas uns para cima dos outros.
A minha mãe diz que eu não posso ver os senhores à bulha uns com os outros porque acha que é muita violência para uma criança de seis anos e então eu venho para o jardim ver as formigas à bulha umas com as outras porque isso já não dá na televisão e a minha mãe já não se importa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *