Perguntas

De quando em vez perguntam-me: “Estás apaixonado?” e normalmente não sei bem o que responder. Sinto que estou mas se calhar não estou. É difícil identificar estas coisas quando somos apaixonados pela vida. Embora não o pareça, pelo menos de acordo com aquilo que é considerado a “norma”, eu sou um eterno apaixonado pela vida. Adoro viver, experienciar, sentir, tocar, interagir, reagir, agir e também deixar-me ficar.

É claro que esta pergunta refere-se a estar apaixonado por alguém. Tentarei responder dentro do que me for possível entender sobre mim e sobre o que sinto.

Não, acho que não estou apaixonado… talvez esteja a caminho de me apaixonar, estou a desenvolver sentimentos por uma pessoa. Sentimentos que já existiam e que estão a crescer à medida que o tempo passa. É um processo que decorre devagarinho, não passei tempo suficiente com ela para que isto cresça mais rápido, no entanto o pouco contacto que vou tendo com ela vai-me revelando coisas que me deixam num estado de “uau”. São pequenos gestos que me fazem sorrir de uma forma que já não acontecia há muito tempo. Pequenas coisas que vou descobrindo sobre ela que me fazem gostar mais dela. Por isto tudo e muito mais, sim, eu diria que estou no caminho de me apaixonar. Gosto dela, sinto-me atraído por ela e não sei se é um sentimento mútuo ou se alguma vez será, mas não é por isso que vou impedir ou travar o que sinto. Acho que já chega de me auto-controlar, de fechar o que sinto cá dentro até que desapareça… até porque nunca desaparece, não fica resolvido e arrumado.

Portanto, “estou apaixonado por alguém?”.
Nim.

É algo que está em franco crescimento e o destino final, não sei.. Ou melhor, até sei… o meu pelo menos. Se isto é correspondido ou retribuido? Não sei. Há algo que é muito importante para mim aqui. Estou a gostar da viagem, sabe bem sentir-me assim. E depois… depois logo se vê.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *