Estranho..

  • by

E agora, o que fazer? Pois, tenho todo o tempo para mim, montes de possibilidades. Tenho vontade de fazer muita coisa e ao mesmo tempo não me apetece fazer nada.

Sento-me a relaxar no jardim e não consigo deixar de ficar inquieto. Não consigo largar este estar irrequieto.

Apetece-me ler, começo a ler e ao fim de umas páginas ponho o livro de lado.

Consegui meditar durante meia hora e mesmo assim tive que me forçar a isso.

Acho que a única coisa que consigo fazer sem dificuldade é ficar em silêncio. Com a excepção de ter ido ao café de manhã, ainda não falei. Ah.. pois, tenho falado com o meu gato.

O silêncio sempre foi fácil para mim. Não me custa nada ficar calado. Mas já entendi que o que me custa é ficar calado estando sózinho. Sabendo que não tenho ninguém com quem falar.

Isto é uma contradição do caneco. Se tenho alguém com quem falar, é fácil para mim ficar calado e apenas ouvir. Por outro lado, se não tiver alguém com quem falar, torna-se difícil. Fico caldo, sim, mas fico inquieto.

Sou mesmo muito estranho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *