Sensações

Fecho os olhos e ouço o som das teclas do piano. Notas músicais brincam nos meus ouvidos e levam-me a viajar pelo universo fora. Sinto-me a flutuar, leve, sem qualquer peso, a meia altura.

Há toda uma sonoridade musical entra pelo meu corpo e produz sensações diferentes.

Arrepios, a delicadeza de um toque na cara, o calor de um beijo na boca, um sabor que não é meu e que não é estranho, uma respiração leve ao meu ouvido, o conforto de um abraço.

Gosto de sentir tudo isto e muito mais com toda a intensidade e ao mesmo tempo com a máxima delicadeza.

É assim que sou… É assim que sinto… É assim que amo…

É assim que me gosto.