Goals

Por todo o lado ouço falar em ter objectivos para atingir ou planos de vida. Por trás de cada pedra surgem “life coaches”, auto-declarados gurus…

Haverá certamente pessoas que não sabem o que hão de fazer da vida e que provavelmente precisam de conselhos, algum tipo de ajuda a tentar decidir o que fazer.

Creio que é aqui que surgem os “coaches”… (Treinadores não soa tão bem)…

Estas pessoas surgem com todo o tipo de conselhos sobre o que devemos fazer para ter sucesso, ou em alguns casos mais extremos, ficam muito ofendidos se não aceitarmos as opiniões deles.

Umas das coisas que nunca ouço perguntar é “o que é o sucesso para ti?”.

A definição de sucesso é diferente para casa um. Logo os conselhos de sucesso não podem ser iguais para todos.

É claro que estou a generalizar demasiado, se calhar nem todos os “coaches” são assim. Provavelmente muitos deles, talvez a maioria, fazem todo um tipo de perguntas antes de darem qualquer opinião.

Acho que o ponto onde quero chegar é que vivemos numa época em que muitas pessoas acham que eles é que sabem o que os outros querem, acham que a definição que eles têm de felicidade é que está correcta e ainda por cima tentam fazer dinheiro com isso.

Quanto a mim, eu não tenho grandes objectivos para cumprir nem planos de vida para o futuro, tenho apenas alguns desejos, coisas que quero,etc. De resto, vivo a vida conforme ela vai passando, as minhas acções e reacções vão surgindo de acordo com o que sinto ou com o que me acontece.