Química

O que é que se passa quando sentimos coisas? De onde vêm os sentimentos que temos? Porque é que temos sentimentos bons e maus?

Tanto quanto sei, tudo o que sentimos são apenas reacções químicas que acontecem no nosso corpo, impulsos eléctricos no nosso cérebro.

Se isto é verdade apenas necessitamos de alterar as combinações químicas no nosso corpo para podermos sentir algo diferente.

Claro que ainda falta determinar se os impulsos eléctricos são provocados pelas reacções quîmicas, tal como a reacção química numa bateria produz electricidade.

De qualquer forma não é isto que queria tentar perceber. O que queria entender é como posso alterar conscientemente as reacções químicas do meu corpo.

Tudo o que eu como e bebo vai alterar a composição do meu corpo e consequentemente aquilo que sinto.

E agora coloca-se outra pergunta. Até que ponto é que o que sinto é físico ou até que ponto é “psicológico” e, ou psicossomático?

Ou seja, se sentir fome, isso é algo físico. Há uma reacção química no meu corpo que produz um impulso elétrico para o meu cérebro a informar que preciso de comida. (Pelo menos acho eu que é assim).

Por outro lado, se sentir algo abstracto, tipo alegria. Isto não é físico, no entanto há duas reacções químicas que acontecem. Há uma libertação de hormonas que me dão uma sensação de bem estar e talvez até de euforia. Essa sensação de bem estar por sua vez dá origem a mais reacções químicas que geram os impulsos eléctricos que vão informar o meu cérebro do meu bem estar.

Isto é tudo muito complexo. Até que ponto o nosso cérebro dita tudo o que sentimos através de impulsos eléctricos ou será que é a química no nosso corpo que o provocar esses impulsos elétricos vai comandar tudo o que sentimos?