Skip to content

Há pessoas

de todos os géneros.

Estúpidos, burros, ignorantes, idiotas, egocêntricos, narcisistas, entre muitos outros.

Não me afectam, muito, mas às vezes apetece-me fechá-los dentro de um roupeiro e deitar fora a chave.